Arquivo de etiquetas: dieta

topo

Manga, o superalimento

Os cientistas da Oklahoma State University, nos Estados Unidos, descobriram um novo superalimento: a manga. Acrescentar a fruta à dieta pode ajudar a manter a saúde do intestino e os níveis de bactérias benéficas.

Segundo a pesquisa, a manga pode fortalecer as bactérias do microbioma contra danos provocados por dietas ricas em gordura. Com isso, ela pode combater a obesidade e a diabete tipo 2.

Durante os estudos, 60 cobaias receberam quatro dietas diferentes, pelo período de 12 meses. Entre as dietas estava uma em que 60% das calorias foram garantidas por gorduras diversas.

Os grupos intermediários consumiram 1% ou 10% das calorias na forma de manga.

O grupo de controle consumiu 10% das calorias originadas por gorduras diversas.

Todas eram equivalentes em macronutrientes, cálcio, fósforo e fibras alimentares.

No fim, foi constatado que as cobaias que comeram mais manga tiveram menor perda de bactérias do intestino que são responsáveis pela boa digestão.

TOPO

A importância do Nutricionista.

Os brasileiros têm se preocupado cada vez mais com a alimentação. Podemos perceber isso nos cardápios dos restaurantes, que agora oferecem opções saudáveis; nos supermercados, com o apelo de embalagens que chamam atenção dizendo que o produto não tem conservantes, corantes, gordura trans e todas essas palavras que nos assustam.

As dicas para se alimentar melhor nos bombardeiam por todos lados. Uma revista diz que o glúten faz mal, um site chama atenção para os malefícios da lactose e um programa de TV diz que a gema do ovo não é a vilã da história. Mas como vamos saber quem está certo? Ou melhor, qual é a dieta adequada para nosso corpo? É aí que entra o nutricionista. O profissional estuda os alimentos e entende suas características e funcionalidades orgânicas, auxiliando na composição de receitas e no seu consumo. Tudo isso levando em conta o seu histórico biológico e social. Com a ajuda do nutricionista, você pode manter a saúde em dia, o bem-estar e prevenir futuras doenças. Se antes ele era procurado apenas em casos extremos, hoje mostra que é um profissional de saúde completo e indispensável, que deve ser incluído no cotidiano das pessoas.