Todos os artigos de Digital

topo

Como fazer com que seu filho tenha uma alimentação saudável

Fazer uma criança sentar à mesa e comer alimentos saudáveis parece uma tarefa impossível que, quando conseguimos executar, merece comemoração. Mas quando o assunto é nutrição infantil, a verdadeira conquista é fazer com que as crianças sejam adeptas de uma alimentação saudável ao longo de toda a vida. Por isso, o ideal é que esses hábitos alimentares comecem o quanto antes, já que são consolidados no início da vida.

Devemos ter em mente  que a nossa alimentação é um espelho daquela que desejamos para os nossos filhos. Não adianta esperar que eles tenham uma alimentação saudável se nós mesmos não adotamos esses hábitos.

Estratégias simples que contemplam criatividade, ação, persistência, exemplo e rotina podem tornar isso possível. Confira dicas para ensinar a criança a comer de forma saudável para a vida:

Mantenha o cardápio variado

Variar alimentos e ingredientes em cada refeição ajuda a garantir com que seu filho receba uma ampla gama de nutrientes necessários para o crescimento e desenvolvimento. Também é importante variar as formas de preparo de um alimento, para que a criança dê mais chances para ele.

Faça com que seu filho se sinta parte do processo

Ensinar a criança a tomar decisões saudáveis e nutritivas por si mesmos, aumenta a chance de torná-la um adulto saudável. Leve seu filho ao supermercado para que ele possa escolher algumas frutas ou vegetais.

Não desista

É importante manter a calma e não inventar mecanismos que, na verdade, boicotam o desenvolvimento de um hábito novo, como usar a sobremesa como recompensa de um prato limpo. É interessante incentivar a criança a pelo menos experimentar cada um dos alimentos do prato, não obrigá-la a gostar de tudo.

Sirva três refeições e dois lanches por dia

Uma rotina alimentar estruturada, que tenha três refeições e dois lanches por dia, pode tornar as coisas menos caóticas, manter as crianças alimentadas e ensiná-las que, se elas não almoçarem naquele momento, deverão esperar até a hora do próximo lanche.

topo

Esportes para gestantes

Durante a gestação, todo cuidado é precioso. A alimentação precisa ser balanceada, a mente controlada e o corpo exercitado. As atividades físicas ajudam a manter o bem estar, a relaxar e a preparar a musculatura para o parto. No entanto,  a gestante precisa tomar cuidado ao escolher quais exercícios que irá fazer. Atividades de impacto e práticas coletivas como futebol, basquete e handball devem ser evitadas, pois apresentam riscos de acidentes.

Separamos alguns exercícios que são ideais para serem praticados na gravidez:

Natação
As atividades aquáticas são muito indicadas, pois são de baixo impacto e proporcionam leveza ao corpo que vem ganhando peso a cada mês. Por ser aeróbica, ela pode substituir a caminhada quando o corpo estiver com mais dificuldade de locomoção. Mas deve ser praticada com intensidade leve a moderada.

Musculação
Para quem prefere a agitação das academias, estão liberados exercícios que podem ser feitos com o apoio do abdome e que evitem hiperextensão da coluna. O ideal são os treinos funcionais, já que trabalham com o peso do próprio corpo, respeitando as mudanças posturais que acontecem. Se os músculos certos forem trabalhados, o parto ficará mais fácil de ser executado.

Yoga
A dica é se adaptar aos novos limites e não forçar a barra. É preciso tomar cuidado com o excesso de força abdominal que se faz em alguns exercícios e com a postura. A prática indiana também conta com meditações, que ajudam a controlar a ansiedade e as alterações de humor.

Não se esqueça: antes de praticar qualquer atividade física, consulte o seu médico.

topo

Conserve as frutas com compotas

Sabe quando as frutas já estão bem madurinhas e você não sabe o que fazer com elas? Nós temos uma sugestão: compota. Nesta receita vamos usar pera e maçã, mas outras frutas podem ser usadas também.

Ingredientes

2 Maçãs Red Doce Mel
2 Peras Portuguesas Doce Mel
½ xícara (chá) de uvas-passas brancas
½ xícara (chá) de açúcar demerara
Caldo de 1 limão
1 canela em rama

Modo de preparo

1. Lave e seque as maçãs e as peras. Descarte as sementes e cabos, e corte as frutas em cubos de cerca de 1cm.
2. Numa panela, coloque as frutas picadas. Junte as uvas-passas, o caldo de limão, o açúcar e a canela em rama. Misture e leve ao fogo baixo. Deixe cozinhar por cerca de 40 minutos, mexendo de vez em quando – as frutas vão soltar líquido e cozinhar no próprio caldo.
3. Desligue o fogo e transfira a compota para um recipiente com fechamento hermético. Deixe amornar antes de fechar.

A compota dura até 15 dias na geladeira. 😉

topo

Receita de doce de mamão maduro com coco

O Mamão Doce Mel está sempre docinho e maduro, perfeito para ser consumido in natura, em saladas e vitaminas. Além disso, também é ótimo para fazer doces – sim, dá pra fazer doce com mamão maduro! Que tal experimentar esta receita deliciosa?

Doce de mamão maduro com coco

Ingredientes

2 Mamões Formosa Doce Mel maduros e picados em cubos

1 xícara (chá) de açúcar demerara

½ xícara (chá) de coco ralado

3 paus de canela (opcional)

5 cravos (opcional)

Modo de fazer

Numa panela grande, coloque todos os ingredientes e leve ao fogo médio até levantar fervura e juntar caldo. Em seguida, aumente o fogo e cozinhe, mexendo de vez em quando. Ao secar o caldo completamente, apague o fogo.

Sirva gelado

Rendimento: 10 porções

topo

Manga, o superalimento

Os cientistas da Oklahoma State University, nos Estados Unidos, descobriram um novo superalimento: a manga. Acrescentar a fruta à dieta pode ajudar a manter a saúde do intestino e os níveis de bactérias benéficas.

Segundo a pesquisa, a manga pode fortalecer as bactérias do microbioma contra danos provocados por dietas ricas em gordura. Com isso, ela pode combater a obesidade e a diabete tipo 2.

Durante os estudos, 60 cobaias receberam quatro dietas diferentes, pelo período de 12 meses. Entre as dietas estava uma em que 60% das calorias foram garantidas por gorduras diversas.

Os grupos intermediários consumiram 1% ou 10% das calorias na forma de manga.

O grupo de controle consumiu 10% das calorias originadas por gorduras diversas.

Todas eram equivalentes em macronutrientes, cálcio, fósforo e fibras alimentares.

No fim, foi constatado que as cobaias que comeram mais manga tiveram menor perda de bactérias do intestino que são responsáveis pela boa digestão.

topo_5

10 motivos para incluir o Kiwi Zespri na alimentação

Além das particularidades na aparência e no sabor, o Kiwi Zespri também tem várias surpresas quando o assunto são seus benefícios à saúde. Conheça 10 motivos para incluí-lo na sua alimentação.

1 – Facilita a digestão através das enzimas
Contém actinidia, uma enzima que dissolve as proteínas e que ajuda a digerir a refeição.

2 –  Ajuda a regularizar a pressão arterial
O seu nível elevado de potássio ajuda a manter os eletrólitos em equilíbrio neutralizando os efeitos do sódio.

3 – Reforça a imunidade
O alto teor de vitamina C do kiwi, juntamente com outros compostos antioxidantes, fortalece o sistema imunológico,

4 – Ajuda na perda de peso
O baixo índice glicêmico e o alto teor de fibra do Kiwi Zespri ajudam a evitar uma corrida à insulina, como é o caso de outras frutas com alto teor de açúcar, fazendo com que o corpo não armazene gordura.

5 – Bom para o trânsito intestinal
É uma ótima fonte de fibra, evitando a constipação e problemas intestinais.

6 – Ajuda a eliminar toxinas
A fibra contida no kiwi ajuda eliminar as toxinas do trato intestinal.

7 – Ajuda a combater doenças cardíacas
Comer de 2 a 3 kiwis por dia reduz o potencial de coagulação sanguínea em até 18% e os triglicéridos em 15%.

8 – Ajuda no controle do diabetes
Seu baixo índice glicêmico não dispara açúcar no sangue.

9 – Excelente para a pele
São uma boa fonte de vitamina E, um antioxidante conhecido por retardar a degeneração da pele.

10 – Naturalmente orgânico
Está na lista dos frutos que mais resistem a muitos dos resíduos de pesticidas. Em 2012, veio no top dos 10 alimentos mais orgânicos.

topo_05

Saiba por que abacaxi no pós treino

O que você come antes e depois do treino é tão importante quanto o próprio treino. Por isso é importante prestar atenção na sua alimentação para que ela seja um complemento que potencialize os resultados dos exercícios.

O Abacaxi Doce Mel, por exemplo, é uma excelente opção para ser consumida no pós treino. A fruta é rica em vitamina C, um poderoso antioxidante que desempenha um papel fundamental no crescimento e recuperação dos tecidos. Ele também fornece fibras, que reduzem as taxas de colesterol; vitamina B6, que ajuda na formação de células vermelhas sanguíneas e bromelaína, que ajuda na digestão de proteínas e pode ser usada para reduzir a inflamação de lesões desportivas.

Uma fatia de 100g da fruta, que também é diurética, contém apenas 52 calorias, tornando-a uma substituta para doces e lanches intermediários.

Ah, e quando comer seu Abacaxi Doce Mel não jogue a casca fora, aproveite para fazer sucos e chás. Ela possui tantos nutrientes quanto a polpa da fruta. 😉

topo_05

Conheça a Laranja Navel Bolo

A Laranja Navel Bollo tem tudo para encantar a criançada. Começando pela aparência, com sua cor vibrante, o tamanho diferenciado e sua forma de bola. O seu sabor doce e pouco ácido combinado com a polpa suculenta e sem caroço vai se tornar o lanche preferido na hora do recreio. Além disso, a fruta tem vários benefícios:

Controla a pressão sanguínea;

Combate o colesterol;

Melhora os problemas digestivos;

Estimula as funções intestinais;

Previne gripes e infecções;

Reforça as defesas do organismo;

Corrige a acidez excessiva do organismo;

Estimula o sistema circulatório, combatendo inflamações das veias.

Ah! E sua casca é o ingrediente principal desta receita deliciosa:

Casquinha Cristalizada

Ingredientes:

Casca de 2 Tangerinas Bollo

1 xícara (chá) de água (200ml)

2 xícaras (chá) de açúcar (380g)

Modo de fazer:

Corte as cascas em tiras bem finas, retirando o máximo da parte branca.

Deixe de molho por 24 horas, trocando a água sempre que possível.

Coloque-as em uma panela, cubra com água e ferva até amolecerem. Despreza a água da fervura, adicione o açúcar e uma xícara de água. Ferva até obter uma calda em ponto de fio médio. Retire as casquinhas, passe uma por uma no açúcar e reserve até secarem. Guarde em um recipiente fechado.

 

TOPO

O que comer antes e depois dos treinos.

As frutas são uma opção de alimento nutritivo e saboroso. Ajudam a prevenir a desidratação e possuem ingredientes que aumentam a resistência imunológica do organismo, reduzindo o risco de lesões musculares e incidência de cãibras. Além disso, são uma boa fonte de energia para esportistas, já que contêm carboidratos presentes principalmente na forma de frutose, e são ricas em vitaminas e minerais antioxidante como vitamina C e betacaroteno, fundamentais no combate aos radicais livres que se formam na prática esportiva.

Mas é preciso escolher com cuidado o tipo de fruta e o momento em que vai consumi-la, sempre de acordo com a rotina de treinos. Isso porque as fibras das frutas podem trazer desconforto gástrico e prejudicar o desempenho.

Antes

Se você se exercita pela manhã e precisa fazer a primeira refeição de 30 a 40 minutos antes de sair para treinar, frutas são uma boa pedida. Para deixar o café da manhã ainda mais rico, uma sugestão é consumir cereais integrais com frutas variadas e picadas. Vale também complementar com um iogurte desnatado.  Ah! E se você treina à noite, também pode consumir frutas antes da atividade para matar a fome e sentir mais disposto.

Depois

Agora é o momento de escolher uma fruta com um índice glicêmico maior, para fornecer energia rapidamente. Suco de melancia ou de laranja, uva-passa, banana e manga são boas opções, que podem ser combinadas com um lanche mais reforçado em carboidratos, como pães e massas.

TOPO

A importância do Nutricionista.

Os brasileiros têm se preocupado cada vez mais com a alimentação. Podemos perceber isso nos cardápios dos restaurantes, que agora oferecem opções saudáveis; nos supermercados, com o apelo de embalagens que chamam atenção dizendo que o produto não tem conservantes, corantes, gordura trans e todas essas palavras que nos assustam.

As dicas para se alimentar melhor nos bombardeiam por todos lados. Uma revista diz que o glúten faz mal, um site chama atenção para os malefícios da lactose e um programa de TV diz que a gema do ovo não é a vilã da história. Mas como vamos saber quem está certo? Ou melhor, qual é a dieta adequada para nosso corpo? É aí que entra o nutricionista. O profissional estuda os alimentos e entende suas características e funcionalidades orgânicas, auxiliando na composição de receitas e no seu consumo. Tudo isso levando em conta o seu histórico biológico e social. Com a ajuda do nutricionista, você pode manter a saúde em dia, o bem-estar e prevenir futuras doenças. Se antes ele era procurado apenas em casos extremos, hoje mostra que é um profissional de saúde completo e indispensável, que deve ser incluído no cotidiano das pessoas.